fbpx
6 dicas infalíveis para iniciar uma composição musical com letra Têmpora Criativa Cássio Menin

6 dicas infalíveis para iniciar uma composição musical com letra

Criar uma composição musical nem sempre é tarefa fácil, né? Muitas vezes nos vemos com a letra na cabeça, ou um pedacinho da melodia, mas nos falta aquele empurrãozinho criativo para desenvolver nossas ideias.

Para te ajudar nessa tarefa, o professor Cássio Menin separou algumas dicas para te ajudar a tirar suas ideias da cabeça e arrasar com os sons que você sempre quis expressar.

Seja verdadeiro e busque a sua essência

Para começar, você precisa saber o que é que te move, te inspira, te norteia. Em outras palavras, pelo que você sente verdadeira paixão.

Escolher algo que fale sobre o que você sente ou sobre um assunto que você domina, facilita o processo composicional. 

Você pode ser um apaixonado por artes marciais, ou quem sabe por naves espaciais, tanto faz. Fale e seja verdadeiro sobre aquilo com o que você se importa.

Crie uma melodia simples

Esboce as primeiras notas musicais, seja no instrumento ou cantando. 

O mais importante nesta fase é criar uma melodia simples, ou seja, uma melodia que você consiga memorizar facilmente. 

O ideal é que você consiga realizar a conexão com a letra de forma simples. 

Melodias simples tendem a alcançar um público amplo, além de sobreviverem bem mais tempo.

Encontre os acordes da sua canção

Harmonize, mas lembre-se que o objetivo principal é buscar uma harmonia fácil e que realize as funções necessárias na sua composição musical. 

Você pode fazer uso de softwares caso não toque um instrumento harmônico, como o Chord Player.

Existe sempre a possibilidade de um amigo seu te ajudar com essa parte.

Relaxe e escreva no seu cantinho preferido

Qual o lugar ideal para escrever a minha composição musical? Todos. 

Todo e qualquer lugar pode ser uma fonte de inspiração. 

É óbvio que muitos compositores preferem realizar seu trabalho em locais silenciosos e calmos, mas sempre existe a possibilidade de uma ideia surgir em meio a poluição sonora de uma grande cidade. 

A sugestão é que, sempre que possível, busque o lugar onde você possa ter contato com o assunto (tema) que você quer escrever, mas não fique preso a isso. 

Teste lugares e ambientes diferentes e veja o que funciona para você em particular.

Experimente sempre que puder

Experimente e explore sons. Pegue um instrumento musical e toque, deixe fluir, não se preocupe com acordes, progressões harmônicas, escalas e qualquer coisa do tipo. 

Apenas toque, escute e depois repita algumas vezes aquilo que você gostar. 

Caso você não toque nenhum instrumento, você pode usar um software ou aplicativo que emula instrumentos musicais – é bem prático e divertido.

Mostre suas canções para outras pessoas

Tenha ouvintes beta, aqueles ouvintes que irão escutar a sua composição musical e te devolver um feedback. 

Na maioria das vezes, ao terminarmos uma obra, acreditamos que ela esteja perfeita e finalizada. 

Entretanto, é necessário estar aberto para críticas e elogios. Receba-os e pondere. 

Teste as mudanças sugeridas, revise e o mais importante, sai do pedestal de grande artista.

Se achar a última bolacha do pacote normalmente não funciona e te afasta das pessoas, aumentando a probabilidade da sua composição ser deixada de lado.

A música está dentro de você

Essas dicas são um ótimo ponto de partida para você começar uma composição musical. No entanto, é sempre importante lembrar que compor é apenas parte do vasto universo da música.

Se você quer explorar ainda mais esse universo e continuar por dentro das nossas dicas, assine a newsletter Lambrequim

Toda quarta-feira, enviamos um e-mail recheado de novidades sobre produção cultural, criatividade e arte – de Curitiba para o mundo.

Receba a newsletter Lambrequim no seu e-mail

Leia nossos artigos & novidades

Conheça as publicações da Têmpora Editora